Pirâmide alimentar do idoso, como ela funciona?

Essa é a pirâmide alimentar proposta pela Universidade de Tufts (EUA) para idosos. Não temos uma representação no Brasil, então vamos aproveitar o que há de melhor desta que temos como exemplo. Ela tem aspectos bem característicos da população americana, como alimentos fortificados, congelados, enlatados, que particularmente não concordo com a aplicação em nosso consumo brasileiro.

Entretanto, é ótima a apresentação dos grupos de alimentos na forma vertical, assim, valoriza todos os grupos de uma forma igual (com exceção das gorduras). Outra característica bem legal dessa pirâmide é a base onde tem as atividades da vida diárias (idoso precisa se movimentar, ser independente) e a hidratação, outro aspecto de extrema importância nesta faixa etária.

Vamos falar um pouco de cada grupo:

🍊 Laranja: carboidrato complexo (farinhas, pães e massas integrais);

🥑 Verde: vegetais, ricos em vitamina K e potássio;

🍎 Vermelho: frutas, ricos em vitaminas;

🍌 Amarelo: gorduras vegetais, rico em vitamina F;

💙 Azul: laticínios ricos em cálcio, com gordura isenta ou reduzida e com baixo teor de lactose

🍇 Roxo: proteína;

💧 Azul claro: hidratação. Aqui contemplam todos os líquidos (13 copos para mulheres e 16 copos para homens);

🚩 Bandeira no topo: cálcio, vitamina D e Vitamina B12;

ATENÇÃO: pode ser necessária a suplementação? Pode, mas somente se em casos de deficiência.

Novo guia da pirâmide alimentar para idosos recomendado pelo departamento de agricultura dos Estados Unidos.

🔍 Referência: Lichtenstein et al. Modified MyPyramid for Older Adults. The Journal of Nutrition, Volume 138, Issue 7, July 2008, pag: 1400.”

NUTRICIONISTA

Maria Luiza annes – CRN 10504

Gostou desse conteúdo?

Compartilhe e deixe seu comentário!

Nos acompanhe também no Instagram:

www.instagram.com/moradadocristal

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *